Skip to main content

Rampa Serra da Estrela/Covilhã com mais de meia centena de pilotos inscritos

A 29.ª edição da Rampa Serra da Estrela/Covilhã será, este fim de semana, o centro de todas as atenções do automobilismo nacional. Seis dezenas de pilotos vão desafiar as curvas da mais alta serra de Portugal Continental, naquela que é considerada a rainha das competições de montanha no nosso país. 

A prova, organizada pelo CAMI Motorsport, é um justo prémio para o Município da Covilhã, que demonstra sempre grande empenho na sua realização. A lista de pilotos inscritos é também a demonstração do interesse por esta rampa e da vitalidade do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group.

A Rampa Serra da Estrela/Covilhã abre a segunda metade da época, num desafiante traçado, com 5.250 metros de extensão – um acumulado de subida de 454 metros, com uma inclinação média de 9,12% e máxima de 11,56%, tornando a pista numa das mais difíceis do campeonato. 

No sábado, as subidas começarão às 13h30, com o programa a incluir duas oficiais de treinos e a Subida de Prova 1, com começo previsto para as 17h30. No domingo, arranque bem cedo, pelas 9h00, com uma subida de treinos livres, acontecendo depois mais uma de treinos oficiais, antes das Subidas de Prova 2 e 3, que fecharão o programa. A cerimónia de entrega de prémios está prevista para as 16h30. 

Em termos desportivos, e depois de quatro vitórias em outras tantas provas, a curiosidade na Rampa Serra da Estrela/Covilhã está em saber se alguém será capaz de quebrar a invencibilidade de Hélder Silva. O piloto poveiro ficará com o caminho aberto para renovar o título nacional absoluto, conquistado em 2021 e 2022, se vencer na “Estrela”. José Correia, António Rodrigues, Nuno Caetano são alguns dos pilotos à espreita de uma vitória.

No GT, a luta está totalmente aberta entre o trio habitual – Vítor Pascoal, Gabriela Correia e Bernardo Garcia de Castro. Pascoal lidera confortável a tabela pontual, mercê de dois triunfos e dois pódios e, em caso de vitória na Serra da estrela, poderá dar um passo importante rumo à renovação do título. 

Na categoria Turismos, Luís Delgado quer manter a invencibilidade. Destaque para a presença do espanhol Manuel Rueda Sanchez, também inscrito na Divisão 2, a exemplo de Delgado. Na Divisão 1 mais uma estreia: Pedro Rosário. Já na Divisão 3, Parcídio Summavielle é não só o grande favorito a nova vitória na Divisão, mas, como tem feito, a lutar por um lugar no pódio da categoria. 

A nova categoria do CPM JC Group, a Super Challenge, continua a ser aquela que acolhe o maior número de inscritos. Desta feita, são 14, espalhados pelos quatro grupos. À cabeça e a exemplo do que sucede nos Turismos, está Luís Nunes, com Manuel Rocha e Sousa sempre à espreita de uma vitória. No Grupo SC A ambos terão a companhia de mais dois pilotos muito rápidos: José Pacheco e José Lameiro.

Gonçalo Janeira é o favorito no Grupo SC B, enquanto Bruno Carvalho quer dominar no Grupo SC C. No Grupo SC D, a luta será muito aberta, entre Luís Silva, Rui Pinheiro, Aníbal Pinto, João Macedo e José Salgado.

 Nos Clássicos, seis pilotos estão entre os possíveis vencedores da prova. São eles José Pedro Gomes, Armando e Flávio Saínhas, Fernando Salgueiro, Ricardo Loureiro e José Dinis. Já nos 1300, Armando Freitas volta a ser favorito, enquanto nos Legends, Pedro Alves, que lidera o campeonato, quer voltar a repetir a vitória da Rampa Serra da Estrela/Covilhã.

Últimas Notícias

Maio 22, 2024

Baja TT Norte de Portugal: três dias de pura adrenalina

Dias 7, 8 e 9 de junho, o Campeonato Portugal T…
Abril 18, 2024

Rampa Porca de Murça promete espetáculo dias 27 e 28 de abril

O CAMI Motorsport vai realizar, nos dias 27 e 2…
Novembro 30, 2023

Mais de duas dezenas de equipas presentes no Rali de Murça

O Rali de Murça, a disputar no próximo sábado, …
Novembro 23, 2023

Prazo de inscrições para o Rali de Murça prolongado até segunda-feira

As inscrições para o Rali de Murça, última prov…